Hotel California (Eagles)

A música Hotel Califórnia faz parte do álbum de número cinco da banda de rock norte-americana Eagles, que foi lançado em 1976, com milhões de vendagens.

A letra foi escrita por Don Felder, Don Henley e Gleen Frey, integrantes da banda, e gravada por vários outros músicos e bandas como Bob Marley, o grupo francês Gipsy Kings, a banda americana de rock The Killers e o brasileiro Emerson Nogueira. A própria banda Eagles regravou a música na versão acústica lançada em seu segundo cd ao vivo, em 1994.

A letra fala de tentações e excessos e aborda a viagem de um personagem imaginário que chega a um hotel para se hospedar. Esse hotel seria um mundo de mentiras e uma cilada de onde o viajante não conseguiria mais se libertar.

Muitas interpretações e teorias existem sobre do que se trata a letra da música. Conheça quais são elas:

  • Uma das teorias é que a letra possui um lado obscuro, relacionado com forças ocultas e sombrias.
  • Outros afirmam que a letra da música fala sobre um hospital psiquiátrico chamado Camarillo State Hospital, localizado na cidade chamada Ventura, entre as cidades de Los Angeles e Santa Bárbara, no estado da Califórnia, Estados Unidos, entre 1963 a 1997. Nesse hospital era onde várias pessoas, inclusive artistas, se tratavam de problemas mentais e da dependência química de álcool e drogas. Muitos sustentam essa teoria pelo fato de a letra da música citar um “sino da missão”, que era uma torre do extinto hospital.
  • Outra interpretação é de que Hotel Califórnia faz menção ao uso de drogas, especialmente a cocaína, devido a trechos da música que retrata como se uma pessoa estivesse sob o efeito da droga como ‘luz trêmula”, “cabeça pesada” e “vista embaçada”.
  • Os próprios autores da música rebatem as teorias defendidas, explicando que se trata de uma banda de rock que começa a atingir o auge da fama e do sucesso e descobre os bastidores desse mundo. Segundo um dos compositores, Don Henley, “a canção é uma alegoria sobre o hedonismo e autodestruição na indústria da música no sul da Califórnia durante a década de 1970. É basicamente uma canção sobre o lado sombrio do sonho americano e sobre o excesso na América, algo que a gente sabia muito a respeito”. Gleen Frey também afirmou que a composição “explora as vísceras do sucesso, o lado escuro do paraíso, como estávamos vivendo em Los Angeles, na época”.

Tecnicamente, a música Hotel Califórnia não é tão fácil de ser tocada, pois ela possui bastantes solos que são tocados com notas mais graves e, no violão, nas cordas mais finas. Ela pode ser tocada por duas guitarras e um violão e, na versão acústica, pode ser acompanhada por três violões.

Seus solos de guitarra estão presentes no início e no meio da música que, inclusive, são solos que estão na lista dos melhores solos de guitarra de todos os tempos.

A música Hotel Califórnia ganhou um Grammy de melhor gravação do ano, em 1978 e é, até hoje, uma canção bastante interpretada pelos amantes dessa letra e dessa história.